Segunda-feira, 6 de Setembro de 2010

Cristina Ferreira: "Origens humildes só me enriquecem"

Cristina Ferreira é uma das mais jovens apresentadoras de televisão e é na TVI que vai ganhando    projecção graças ao seu talento. Apresento uma mulher encantadora numa con versa bastante divertida.

Correio da Manhã - Achas que subiste de divisão na TVI?

Cristina Ferreira - Não! Mantenho-me na mesma, só mostrei que estou cá para jogar em qualquer posição. Quem me contratar sabe que pode contar comigo.

- Falou-se muito do que tu ias ganhar, isso fez algumas invejas?

- Nem que fosse um euro causaria todas as invejas do Mundo. O português é típico a invejar aquilo que o outro ganha. Mas não inveja o trabalho que ele tem para ganhar esse ordenado. Eu ganho aquilo que é justo para aquilo que eu tenho feito e para aquilo que ainda posso fazer.

- Sentes-te bem com o Manuel Luís Goucha? [Ele assiste à entrevista]

- Claro que me sinto muito bem a trabalhar com o Manuel. Temos uma relação muito boa e é muito curioso que ao longo destes sete anos não tenhamos nenhuma quezília. Entendemo-nos perfeitamente e é muito saboroso saber que posso contar com ele todos os dias ao meu lado. O ‘Você na TV!' existe porque nós existimos os dois. E qualquer outro programa que possa existir só com um ou só com outro nunca mais vai ser aquilo que conseguimos os dois juntos.

- Aborrece-te que olhem para ti e achem que és uma saloia?

- Eu faço questão de dizer que eu sou assim, ponto final. E só quero que me percebam como uma pessoa boa. Se as minhas origens são humildes, se eu andei no monte como eu costumo dizer, se brinquei no campo como mais ninguém brincou, isso tudo só me enriquece. E pobres de espírito são os que acham que isso é condição para não ser boa pessoa, ou porque sou humilde ou porque não devia estar onde estou.

- Pensaste alguma vez calçar sapatos de 700 euros, como os Louboutin que tinhas na Moda Lisboa?

- [Gargalhada sonora] Nada me impede de sonhar. O importante é conseguir chegar ao que desejamos.

- És a favor dos casamentos homossexuais?

- Ainda não tenho opinião bem formada, embora considere que cada pessoa tem direito de fazer da sua vida o que entender. Só tenho dúvidas quanto ao facto de se chamar igualmente casamento. Até agora era só entre pessoas de sexos diferentes. Não sei se devia ter-se chamado outra coisa. Os direitos devem ser exactamente os mesmos porque o amor deve ser isso mesmo, para ser vivido entre quem nós entendemos que é a pessoa que nos traz felicidade.

- Como mulher e mãe estás preocupada com o País que temos?

- Causa-me alguma preocupação, mas não vivo atormentada com isso. Mas compreendo que para a maior parte das famílias deve ser uma altura complicadíssima.

- O nome de um homem muito bonito em Portugal?

- O Manuel está ali a apontar para ele a querer que eu diga o nome dele!

 

"CUSTA A MENTIRA GANHAR ESPAÇO"

 

CM - Já foste assediada por outro canal?

C.F. - Já o confirmei. Aliás, numa época em que há movimentações em que uns saem, é normal que haja convites dos outros clubes, porque os outros clubes precisam de preencher um espaço que ficou vazio, não somos muitos em Portugal somos poucos e, por isso, acho que surge naturalmente esse convite. E eu tomei a decisão de continuar na casa onde nasci, onde tenho crescido e onde sei que vou poder continuar a crescer.

- Sentes-te bem a substituir a Júlia Pinheiro no programa das tardes da TVI?

- A Júlia tem o seu estilo próprio, que todos apreciamos e eu imprimo ali a minha forma de estar naturalmente.

- Aguentas bem com as críticas que te fazem?

- Aguento muito bem, estava à espera disso. Sei como as coisas funcionam e custa-me muito que a mentira ganhe espaço, mas já sei que vou ter de levar com ela até ao fim da minha vida. Eu e os que me são próximos sabem exactamente aquilo que eu sinto e aquilo que se passa na minha vida, e isso chega-me.

 

"QUALQUER PESSOA QUE AME TEM CIÚMES"


- Incomoda-te que digam que o teu marido foi visto com outras mulheres?

- Só me incomoda que comecem a dizer coisas quando elas são autênticos trambolhos. Não era ao fim de quinze anos de relação que deixava de conhecer a pessoa que está ao meu lado. Portanto, a confiança que eu tenho nele é essencial e, eu sei bem aquilo que ele faz, nenhuma dessas notícias me apanha de surpresa.

- És uma ciumenta?

Claro que qualquer pessoa que ame de vez em quando tem ciúmes, faz perguntas, e de vez em quando treme, mas isso é sinal de amor.

- Quando é que te casas?

- Ando a escolher o vestido [gargalhadas]. Não está planeado, nem pensado. Já tive esse sonho de menina. Até tive a ideia de uma festa que já não é a que eu quero ter actualmente. Portanto, a nossa mentalidade vai evoluindo, se um dia tiver de surgir o casamento surge.

 

Fonte: Vidas - Correio da Manha

 

publicado por Rita Pereira às 21:15
link do post | comentar | favorito
|

Pesquisar

 

Posts Recentes

"Não Quero Namorados"

Juntos em dia de festa

Reabertura do blog

Cristina "Sentiu que tinh...

Atitude de Cristina Ferre...

Vale a pena rever!

Fotos: Os Looks de Cristi...

Manuel Luís Goucha e Cris...

Cristina Ferreira em "Uma...

Cristina Ferreira no Alma...

Informações

Online desde 13 de Junho de 2007
Layout Andreia
Gerentes Andreia, Rita & Sandra
Pessoas Online online
Contador hits

Arquivos

Outubro 2011

Setembro 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Setembro 2010

Abril 2010

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Música